Santa Cruz realiza 3º Arrastão contra a dengue
Criado em 8/4/2016 -
Arrastão: funcionários coletam materiais que podem servir como criadouro do mosquito

Nenhum foco foi encontrado em ação que contou com 30 pessoas

A secretaria de Saúde e a prefeitura de Santa Cruz da Esperança realizaram na sexta-feira o terceiro arrastão para o recolhimento de entulhos e recipientes que possam se transformar em criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, do zika vírus e da chikungunya. Foi a terceira ação do poder público santa-cruzense em 2016 para evitar o aparecimento de larvas. “Nós estamos muito atentos a esse problema e não descuidamos de nossa tarefa que é a de manter a cidade sem criadouros e conscientizar a população dos riscos que essas doenças trazem e o que fazer para evitá-las”, diz a secretária de Saúde, Geovana Biagi.
Ao todo participaram do arrastão 30 pessoas e nenhum foco foi encontrado em residências ou terrenos baldios. Santa Cruz da Esperança mantém uma estrutura permanente de combate ao mosquito, com o trabalho diário de dois agentes de vetores, que passam de casa em casa verificando as condições de quintas, vasos de plantas, enfim todo e qualquer lugar onde possa se acumular água limpa, ambiente propício para o desenvolvimento do Aedes aegypti. Outra ação é o programa estadual “Todos Juntos Contra a Dengue” que teve início em 5 de março. “Não podemos descuidar e o melhor remédio é a prevenção”, afirmou a secretária.
Foto: Divulgação


Santa Cruz assina convênio com governo para melhorar estradas municipais
Criado em 8/4/2016 -
Imagem de estrada rural (ilustrativa)

Projeto está avaliado em R$ 256 mil e irá recuperar mais de cinco quilômetros

Um convênio assinado esta semana com o governo do estado de São Paulo, no valor global de R$ 256 mil irá permitir à prefeitura de Santa Cruz da Esperança recuperar 5,4 quilômetros de estradas municipais para melhorar as condições de tráfego e de logística dos produtores de leite. Esses serviços, que incluem conservação, drenagem, contribuição das águas e escoamento nas estradas também irão melhorar e facilitar o deslocamento dos moradores da zona rural para a zona urbana e vice-versa. Segundo Michel Golfeto Calixto, diretor da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI), as obras deverão estar finalizadas entre setembro e outubro. “A prefeitura deverá realizar a licitação das obras para expedirmos a ordem de serviço”, disse ele.
Santa Cruz da Esperança pôde ter acesso ao convênio, pois dispunha de um projeto para melhorar a competitividade do setor leiteiro e fornecer aos produtores as melhores condições para o transporte de seu produto. O governo do Estado de São Paulo mantém o “Projeto de Desenvolvimento Rural Sustentável – Microbacias Hidrográficas, em parceria com o Banco Mundial. “A contrapartida do município será de apenas 10% do valor global do projeto, o que é bastante razoável frente aos benefícios que irá trazer para a comunidade rural e para os produtores de leite”, afirmou Calixto. (Divulgação)

PORTAL DA TRANSPARENCIA

ACESSO A INFORMACAO

PRÓXIMOS EVENTOS:

31/6/2016 PLANTÃO MÉDICO - (Horário dos atendimentos médicos)
Prefeitura de Santa Cruz da Esperança
Rua Angelina Reghini Fontanetti, 457 – Centro - CEP 14250-000
PABX: (16) 3666-1115